x

Press Releases: a opção de colocar itens como título, linha fina, links, imagem, vídeo etc.

3 portais é o mínimo que garantimos.

Comunidades produtoras de guaraná recebem investimentos da Coca-Cola Brasil


A Coca-Cola Brasil, com recursos da Coca-Cola Foundation, e em parceria com a Fundação Amazônia Sustentável (FAS), vai levar água tratada para duas novas comunidades produtoras de guaraná no Amazonas. Até o final do ano, soluções sustentáveis para ampliar o acesso, distribuição, armazenamento e tratamento de água potável serão implementadas nas comunidades produtoras do fruto que estão localizadas dentro da Floresta Estadual de Maués.
 
Coca-Cola Brasil, com recursos da Coca-Cola Foundation, e em parceria com a Fundação Amazônia Sustentável (FAS), leva água tratada para comunidades produtoras de guaraná no Amazonas
 
As comunidades Nova Jerusalém  e Ebenezer foram as escolhidas para receber os investimentos para o acesso água tratada. As duas integram o programa Olhos da Floresta da Coca-Cola Brasil em parceria com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). Voltado para o fortalecimento da cadeia de guaraná no Amazonas, o programa vai muito além de apoiar e estruturar a produção do fruto no Estado. Ele integra um dos quatro pilares de atuação da empresa no Amazonas. “Conservação da floresta, acesso à água, reposição hídrica e o fortalecimento das cadeias agrícolas sustentáveis da região — onde entra o Olhos da Floresta —, são os pilares da nossa atuação no Estado. São investimentos como esse que fortalecem o desenvolvimento regional e ajudam a diminuir as desigualdades locais”, afirma o diretor da Coca-Cola Brasil, Victor Bicca.
 
Atualmente, 124 comunidades, em 17 municípios, fazem parte do programa Olhos da Floresta. Parcerias com instituições locais como a FAS visam contribuir com a melhoria da qualidade de vida das populações de comunidades ribeirinhas e, principalmente, trabalhar a organização social e o empoderamento da comunidade.
 
“Esse projeto está interligado com a produção do guaraná nesses territórios. É um projeto essencial para que de fato possamos melhorar a infraestrutura social dessas comunidades e ter a água como ferramenta de organização, socialização e empoderamento, especialmente dos jovens e das mulheres”, destaca a Valcléia Solidade, Superintendente de Desenvolvimento Sustentável de Comunidades da FAS.
 
As comunidades Nova Jerusalém e Ebenezer foram as escolhidas para receber os investimentos para o acesso água tratada. As duas integram o programa Olhos da Floresta da Coca-Cola Brasil em parceria com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora)
 
Fortalecimento da cadeia do guaraná
 
Os recursos da Coca-Cola Foundation destinados para o Olhos da Floresta também serão aplicados em atividades que buscam o fortalecimento da cadeia de guaraná em quatro municípios. Ainda este mês, as famílias produtoras do fruto em Presidente Figueiredo, Borba, Manacapuru e Apuí serão inseridas em atividades de capacitação em boas práticas agrícolas e gestão da propriedade, fortalecimento institucional de Associações e Cooperativas, além de Agroecologia como foco de produção comunitária. As ações serão geridas pelo Imaflora.
 
“O investimento da Coca-Cola Brasil nas associações e cooperativas que produzem guaraná é uma forma de fortalecer a cadeia e de gerar renda aos produtores familiares no Amazonas. Nós do Imaflora entendemos que iniciativas de longo prazo como o Programa Olhos da Floresta merecem reconhecimento e geram impactos positivos significativos nas comunidades rurais e florestais, gerando opções produtivas em regiões ameaçadas por desmatamento e outras atividades que degradam a floresta”, explica Eduardo Trevisan, Gerente de Cadeias Produtivas Sustentáveis do Imaflora.
 
Olhos da Floresta
 
Criado em 2016 pela Coca-Cola Brasil, o programa Olhos da Floresta está presente em mais de 124 comunidades, envolvendo mais de 350 famílias de agricultores e beneficiando mais de 3 mil pessoas nos diversos elos da cadeia no estado do Amazonas. Com foco na sustentabilidade e no desenvolvimento econômico da região, o programa incentiva a cadeia de guaraná no estado dando oportunidade de renda para as famílias. Por meio dessa iniciativa, a Coca-Cola Brasil está presente em 90% das áreas produtivas do guaraná em território amazonense, o que compreende 17 municípios — Apuí, Autazes, Borba, Canutama, Humaitá, Iranduba, Itapiranga, Manacapuru, Maués, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Presidente Figueiredo, Silves, São Sebastião do Uatumã e Urucará —, e ainda garante que 100% do guaraná utilizado na Fanta Guaraná, no Guaraná Kuat, no Tuchaua e em outros produtos à base do fruto sejam provenientes do Amazonas.
 
Sobre a Coca-Cola Brasil
O Sistema Coca-Cola Brasil atua em cinco grupos de bebidas — colas, sabores, hidratação, nutrição e emergentes — com uma linha de 260 produtos, entre sabores regulares e versões sem açúcar ou de baixa caloria. Composto por nove grupos de fabricantes franqueados, o Instituto Coca-Cola Brasil, mais Verde Campo e a parceria com Leão Alimentos e Bebidas, o Sistema emprega diretamente 56,6 mil funcionários. A empresa aposta em inovação para ampliar seu portfólio e atingir o objetivo de destinar corretamente o equivalente a 100% de suas embalagens até 2030. A Coca-Cola Brasil trabalha para oferecer cada vez mais opções com menos açúcar adicionado e no incentivo a iniciativas que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde atua.