BB oferece bônus de até 20% a microempreendedor que paga em dia


O Banco do Brasil aprimora as condições do Microcrédito, como estímulo ao desenvolvimento da economia e à geração de renda dos microempreendedores. Uma novidade, e grande diferencial da comercialização do produto no BB, é o bônus adimplência, que devolve de 10% a 20% dos encargos ao tomador, como recompensa por manter suas operações em dia.
 
A atuação do BB no Microcrédito é caracterizada pela proximidade com os empreendedores, menor custo e flexibilidade de contratação, como forma de promover a inclusão produtiva, além da disponibilização de soluções tecnológicas que conferem mais simplicidade e conveniência ao processo. Entre elas, a BB Conta Fácil Microempreendedor garante um fluxo totalmente digital de abertura de conta, com maior organização financeira (separação da conta da empresa da conta pessoal). A movimentação pode ser feita, além do celular, nos terminais eletrônicos do BB, pelo Gerenciador Financeiro e nas redes de correspondentes.
 
Lançado neste ano, o Cartão Empreendedor conta com tecnologia contactless – pagamento por aproximação. O plástico pode ter isenção total de anuidade, quando houver R$ 100 em compras mensais na função crédito. No mês em que o somatório dos gastos ficar abaixo de R$ 100, o empreendedor paga apenas R$ 5 de mensalidade.
 
Outra alternativa planejada para facilitar a atividade do empreendedor é a oferta de consórcios, que permite desde a aquisição de máquinas e celulares a equipamentos necessários para o negócio, como bicicletas e motos. O produto não possui juros e pode ser contratado com parcelas a partir de R$ 40,00 e prazo de até 48 meses para início do pagamento.
 
Para o fim do ano, o BB também disponibiliza condições especiais nas vendas de maquininhas. Além do preço promocional, o cliente conta com taxa zero nos três primeiros meses, para faturamento de até R$ 1,5 mil, com possibilidade, ainda, de antecipar o crédito de suas vendas, com recebimento em conta em dois dias. 
 
MPE - mais de R$ 2 bi de contratações em análise
 
Lançada em maio deste ano, a linha BB Financiamento desembolsou R$ 865 milhões ao segmento em apenas cinco meses. Ao todo, são mais de R$ 2 bilhões em operações para custeio na esteira de contratação.
 
Mais de 6 mil clientes já foram beneficiados pela linha, que oferece prazo de 60 meses, taxa a partir de 0,85% a.m. e carência de até 6 meses. Entre os 9.138 itens financiados no período, teve destaque a modalidade de Máquinas e Equipamentos, com 5,5 mil itens e R$ 480 milhões em volume contratado. Foram vendidos, ainda, R$ 137 milhões para caminhões (450 itens) e R$ 51 milhões para Energia Renovável (350 itens).
 
De janeiro a setembro, a linha Capital de Giro liberou cerca de R$ 31,7 bilhões, para 134.649 clientes. A projeção para o ano é de R$ 38 bilhões. Já a Capital de Giro 13º Salário liberou R$ 134 milhões em apenas um mês, para 6.3 mil clientes, com projeção de R$1,5 bi até o fim do ano.
 
O Banco é o primeiro a disponibilizar a contratação e a liberação das antecipações da agenda de cartões, reforçando o fluxo de caixa do cliente. Por meio da linha de crédito ACL Digital, o empreendedor contrata e desembolsa o crédito em sua conta corrente diretamente pela internet, quando e onde for mais conveniente.
 
O BB também tem se esforçado para expandir a sua rede de atendimento especializado. Com 42 novas agências Empresas inauguradas neste semestre, são 215 unidades especializadas no atendimento ao público PJ, além de 768 agências Varejo que já contam com atendimento PJ gerenciado e 497 plataformas espalhadas por todo o país. Conta, ainda, com mais de 7 mil funcionários dedicados ao atendimento exclusivo das micro e pequenas empresas.
 
O BB atende cerca de 12,7% do total de micro e pequenos empresários do Brasil (2,2 milhões de clientes MPE), aos quais disponibiliza uma carteira de crédito de R$ 70 bilhões para financiamento de suas atividades. Para aprimorar o uso consciente do crédito e contribuir para a melhoria da gestão das MPE, o Banco do Brasil intensificará a sua parceria com o Sebrae, ainda em 2019.