x

Press Releases: a opção de colocar itens como título, linha fina, links, imagem, vídeo etc.

3 portais é o mínimo que garantimos.

Diferenças entre fraqueza e fadiga


Fraqueza e fadiga são termos que são usados frequentemente, mas não querem dizer a mesma coisa pois descrevem duas sensações diferentes. É importante saber exatamente o que está acontecendo quando você diz: "eu me sinto fraco" ou "estou cansado". Isso pode ajudar você e seu médico a restringir as possíveis causas de seus sintomas. Provavelmente, isso pode acontecer durante os dias de folia neste carnaval. Saiba identificar as diferenças:
 
- A fraqueza é a falta de força física ou muscular e a sensação de que o esforço extra é necessário para mover seus braços, pernas ou outros músculos nos dias de festa. Se a fraqueza muscular resultar em dor, a pessoa pode ser capaz de fazer os músculos trabalhar, mas vai doer.
 
- A fadiga é uma sensação de cansaço ou exaustão ou a necessidade de descansar. Por causa da falta de energia ou força. Fadiga pode ser resultado de excesso de trabalho, falta de sono, preocupação, tédio ou falta de exercício. É um sintoma que pode ser causado por doença, ou quem está em tratamento médico, tais como quimioterapia. Ansiedade ou depressão também pode causar fadiga.
 
A fraqueza e fadiga são sintomas, não as doenças. Uma vez que estes sintomas podem ser causados por vários outros problemas de saúde, a importância de fraqueza e fadiga podem ser determinadas apenas quando outros sintomas são associados.
 
Fraqueza geral, muitas vezes ocorre depois de um dia de folia, de ter feito muita atividade ao mesmo tempo, como uma longa caminhada atrás do trio, que acontece nesses dias de festa. Você pode se sentir fraco e cansado, ou seus músculos podem ficar doloridos. Essas sensações geralmente desaparecem dentro de alguns dias com repouso.
 
DIFERENÇAS
A fraqueza muscular que está lentamente ficando pior requer uma visita a um médico. Fraqueza muscular súbita e perda de função, de uma área do corpo, podem indicar um problema grave no cérebro (tal como um acidente vascular cerebral ou ataque isquêmico transitório) ou da medula espinhal com um acometimento de nervo específico no corpo.
 
A fadiga é uma sensação de cansaço, exaustão, ou falta de energia. Você pode se sentir levemente cansado por causa do excesso de trabalho, falta de sono, preocupação, tédio ou falta de exercício. Qualquer doença, como um resfriado ou uma gripe, pode causar fadiga, que geralmente desaparece como a doença desaparece. Na maioria das vezes, a fadiga ocorre de forma leve com um problema de saúde associado que vai melhorar com o tratamento médico.
 
Exemplo: Uma situação estressante emocional também pode causar fadiga. Este tipo de fadiga geralmente desaparece quando a tensão é aliviada. Muitos medicamentos podem também fraqueza ou fadiga. No carnaval o uso ou abuso de álcool, cafeína ou drogas ilegais também podem causar fadiga
 
CAUSAS
Em casos raros, fraqueza muscular generalizada pode ser causada por outro problema de saúde, tais como:
 
- Alteração dos  minerais (eletrólitos) encontrados naturalmente no corpo, tais como os baixos níveis de potássio ou de sódio.
 
- Infecções, como uma infecção do trato urinário ou uma infecção respiratória.
 
- Problemas com a glândula tireoide, que regula a forma como o corpo usa a energia
 
- O nível da tireoide baixo (hipotireoidismo) pode causar fadiga, fraqueza, letargia, ganho de peso, depressão, problemas de memória, constipação, pele seca, intolerância ao frio, cabelo áspero e queda, unhas quebradiças, ou uma tonalidade amarelada à pele.
 
- O nível de tireoide alto (hipertireoidismo) pode causar fadiga, perda de peso, aumento da frequência cardíaca, intolerância ao calor, sudorese, irritabilidade, ansiedade, fraqueza muscular e aumento da tireoide.
 
- Síndrome de Guillain-Barré, uma rara doença do nervo que provoca fraqueza nas pernas, braços e outros músculos e que pode evoluir para uma paralisia total
 
- Miastenia gravis, uma doença rara, crônica que causa fraqueza e fadiga muscular rápida
 
A fadiga que dura mais de duas semanas geralmente requer uma visita a um médico. Este tipo de fadiga pode ser causada por uma forma mais grave problema de saúde, tais como:
 
Anemia - Uma diminuição da quantidade de substância de transporte de oxigênio (hemoglobina) encontrados em células vermelhas do sangue
 
- Problemas com o coração, tais como a doença da artéria coronária ou insuficiência cardíaca, que limitam o fornecimento de sangue rico em oxigênio ao músculo cardíaco ou do resto do corpo.
 
- Desordens metabólicas, como diabetes, em que o açúcar (glicose) permanece no sangue em vez de entrar nas células do corpo para ser usado para energia.
 
- Problemas com a glândula tireoide, que regula a forma como o corpo usa a energia
 
- Doença renal e doença hepática, que causa fadiga, quando a concentração de determinados produtos químicos no sangue se acumula a níveis tóxicos.
 
- Síndrome da fadiga crônica é uma causa incomum de fadiga severa, persistente.
 
Se a fadiga ocorre sem uma causa óbvia, é importante avaliar a sua saúde mental. A fadiga é um sintoma comum de problemas como ansiedade ou depressão. Se você acha que o seu cansaço pode ser causado por essas alterações, consulte o seu médico, assim como se a fadiga ocorrer juntamente com sintomas mais graves, como problemas de aumento da respiração, sinais de uma doença grave, sangramento anormal, ou perda de peso inexplicada ou ganho.
 
Ana Paula Simões é Professora Instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia e Especialista em Medicina e Cirurgia do Pé e Tornozelo pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte; e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. www.anapaulasimoes.com.br