Federal Energia pode dobrar volume de projetos de gestão de energia para o Ambiente de Contratação Livre

Tecnologia e Serviços

  • "Para uma empresa de gestão de energia como a nossa, é um grande diferencial contar com fontes próprias e limpas" , diz Erick Azevedo, sócio-fundador da empresa.
  • Postado dia 26 de Junho de 2016

A Federal Energia, empresa de geração, comercialização e gestão de eletricidade, espera dobrar o volume de projetos de gestão de energia e migração para o Ambiente de Contratação Livre (ACL) no Brasil. A companhia prevê fechar 2016 com cerca de 120 companhias em sua carteira de clientes.
 
Com uma carteira atual com 80 consumidores de longo prazo, a empresa destaca-se pela agilidade e flexibilidade, e conta com aproveitamentos para Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs) de 35 megawatts de capacidade total. Possui três escritórios no Brasil, em Itapema (SC), Itajubá (MG) e São Paulo. 
 
A Federal Energia registra ao todo 12 projetos de CGHs, além de uma unidade de Pequena Central Hidrelétrica (PCH). A maior parte delas será desenvolvida com recursos próprios. “Para uma empresa de gestão de energia como a nossa, é um grande diferencial contar com fontes próprias e limpas”, afirma Erick Azevedo, sócio-fundador da empresa.
 
Fundada em outubro de 2011 pelos sócios Erick Menezes de Azevedo, doutor em Planejamento Energético, e Otto Resende Vilela, mestre em Energia e Direito de Energia – e o professor e consultor Afonso Henriques Moreira Santos como conselheiro -, a Federal possui negócios que envolvem compra e venda de eletricidade e gestão eficiente de consumo e geração, bem como acompanhamento e investimento em projetos de clientes. Conta atualmente com uma equipe multidisciplinar com engenheiros, advogados, eletricistas e administradores. 
 
Como comercializadora, a Federal mantém geração própria e faz compra de energia com pagamento antecipado, o que garante à empresa o fornecimento de eletricidade com maior rentabilidade. 
 
Na gestão de energia, a empresa oferece serviços adicionais como instalação de medidores, monitoramento do consumo, acompanhamento regulatório e análises de subsídios fiscais disponíveis, entre outros.
 
Na administração de portfólio, a Federal Energia desenvolve estratégias de compra ou venda de energia para consumidores e geradoras, no sentido de maximizar os resultados financeiros, oferecidos por eventuais oportunidades com as oscilações no preço da energia.

Fonte: Da redação, com Retoque Comunicação/Thiago Nassa.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia