Quarteto de Cordas da cidade de São Paulo apresenta terceiro concerto da série "Conversas em Alto Nível" na Sala do Conservatório

  • Grupo executa peças de Haydn e Mozart; no início do mês, quarteto que comemora 80 anos em 2015, recebeu Toninho Ferragutti e Zé Alexandre Carvalho
  • Postado dia 16 de Junho de 2015

Em junho, o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo dá continuidade às duas séries especiais, que acontecem na Sala do Conservatório - casa oficial do grupo. Na quinta-feira (4/6), às 20h, o grupo recebe o acordeonista Toninho Ferragutti e o contrabaixista Zé Alexandre Carvalho; duas semanas depois (18/6), eles retornam ao espaço para interpretar obras de Joseph Haydn e Wolfgang Amadeus Mozart.


O grupo formado por Betina Stegmann e Nelson Rios (violinos), Marcelo Jaffé (viola) e Robert Suetholz (violoncelo) é considerado um dos mais importantes ensembles da América Latina e foi criado por Mário de Andrade em 1935 como forma de difundir a música de câmara e estimular compositores brasileiros a compor novo repertório para este gênero.
Na terceira apresentação da série "Conversas em Alto Nível", Betina, Rios, Jaffé e Suetholz apresentam ao público duas obras: "Quarteto Op.33, N.3 em Dó Maior - O Pássaro", de Haydn, e "Quarteto N.19 em Dó Maior, K. 465 - Dissonante", de Mozart. O concerto acontece na quinta-feira (18/6), às 20h.


Haydn é considerado o pai do quarteto de cordas, o que levou o quarteto de cordas a adotar seu nome em sua primeira formação, o que acabou estimulando o jovem Mozart a compor para esta formação. Os quartetos que Mozart dedicou a Haydn (K. 387, K. 421, K. 428, K. 458, K. 464 e K. 465) foram escritos durante os primeiros anos da amizade entre os dois compositores, e foram publicados em 1785.


Na quinta-feira (4/6), às 20h, o conjunto recebe Toninho Ferragutti, no acordeon, e Zé Alexandre Carvalho, no contrabaixo. Juntos, os seis músicos prometem fazer um espetáculo de várias misturas, da gaita do sul à sanfona do nordeste.


Para a apresentação foram escolhidas composições autorais de Ferragutti, como "Fantasia para Acordeon e Orquestra de Cordas", "Sanfonema", "Forró Classudo", "Nem Sol nem Lua", "O Sorriso de Manu" e "Na Sombra da Asa Branca Meia Saudade", entre outras.


Toninho Ferragutti é músico, compositor e arranjador, desde cedo escolheu este instrumento como ferramenta de inspiração. Seus primeiros acordes nasceram em Socorro, no interior paulista, incentivado pelo pai, Pedro Ferragutti, também músico saxofonista. O complemento dos estudos se deu nas rodas de choro, grupos de baile, grupos de música gaúcha e gafieiras, além da formação acadêmica no Conservatório Gomes Cardin (Campinas). O contrabaixista, arranjador e professor, Zé Alexandre atua em diversos estilos e formações, tanto na área do popular como do erudito. Já acompanhou artistas como Eliete Negreiros, Mônica Salmaso, Ná Ozzetti, Jair Oliveira, entre outros. É também professor titular da Faculdade de Música da Unicamp.

SERVIÇOS
04/6, quinta-feira, 20h
Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo
Com Toninho Ferragutti (acordeon) e Zé Alexandre Carvalho (baixo acústico) 
Programa
TONINHO FERRAGUTTI
Meia Saudade
Fantasia para Acordeon e Orquestra de Cordas
Forró Classudo
Sanfonema
Dominguinhos no Parque
Migo
Nem Sol Nem Lua
O Sorriso da Manu
Na Sombra da Asa Branca
*Programa sujeito a alterações

18/6, quinta-feira, 20h
Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo
Série Haydn e Mozart
Programa:
JOSEPH HAYDN
Quarteto Op. 33, N. 3 em Dó Maior - O Pássaro
WOLFGANG A. MOZART
Quarteto N. 19 em Dó Maior, K. 465 - Dissonante

Praça das Artes - Sala do Conservatório
Av. São João, 281- Centro - São Paulo.
Próximo às estações Anhangabaú e São Bento do Metrô
Ingressos: R$ 20 (com meia-entrada)
Capacidade: 200 lugares
Duração: Aproximadamente 60 minutos
Classificação etária: A partir de 10 anos.
www.compreingressos.com/theatromunicipaldesaopaulo

Bilheteria Sala do Conservatório - Praça das Artes
De segunda a sexta das 10h às 19h.
Sábado, domingo e feriados das 10h às 17h.
Em dias de espetáculos, até o início do evento;
Bilheteria do Theatro Municipal
De segunda a sábado das 10h às 19h.
Domingo das 10h às 17h.
Nos espetáculos à noite, até o início do evento;
Em dias de espetáculos pela manhã, a partir das 9h.

MATERIAIS DE APOIO
Comemorações
"O primeiro nome do quarteto foi "Quarteto Haydn", homenageando justamente ele que é considerado o pai dos quartetos de cordas e compunha bastante para esta formação. A nossa homenagem inclui também obras do Mozart, uma vez que os dois artistas costumavam tocar juntos em grupos de quatro", conta Jaffe.


Ao longo do ano, o Quarteto receberá convidados especiais, como o violonista Fábio Zanon, que executa o "Quarteto N. 5, Op 92 em Si Bemol Maior", de Dimitri Shostakovitch, no dia 7/5; o pianista Flavio Augusto, que interpreta uma versão original de "Concerto para Piano", em transcrição original para quarteto de cordas e solista, no dia 6/8; e ainda a solista Rúbia Santos, que se junta ao quarteto para homenagear os 150 anos de nascimento de Jean Sibelius, no dia 1/10.


Ainda na série de "Convidados", Toninho Ferragutti (acordeom) e Zé Alexandre Carvalho (baixo) se juntam ao quarteto no dia 4/6, e o italiano Gaetano Nasillo - especializado em interpretação historicamente orientada - toca no dia 3/9.


Encerrando o ano, André Mehmari faz a estreia de uma obra composta especialmente para comemorar aniversário do quarteto.


Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo


Considerado um dos mais ilustres ensembles da América Latina, o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo foi fundado em 1935 por iniciativa de Mário de Andrade, então diretor do Departamento de Cultura de São Paulo. Inicialmente com a denominação de Quarteto Haydn, com a premissa de difundir a música de câmara e estimular compositores brasileiros à composição de novo repertório do gênero, o grupo passou a se chamar Quarteto de Cordas Municipal a partir de 1944, chegando à sua forma definitiva em 1981, como Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo.


A atual formação conta com os violinistas Betina Stegmann e Nelson Rios, o violista Marcelo Jaffé e o violoncelista Robert Suetholz, músicos de intensa atividade no cenário musical brasileiro e de prestígio internacional, que se destacam também pela atuação em concertos, recitais e atividades pedagógicas.


O Quarteto apresenta-se constantemente em várias cidades brasileiras, na América Latina, Estados Unidos e Europa, em eventos como a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha; o Festival de Música de Saragoza, na Espanha; e o Festival Internacional de Música de Morelia, no México. Realiza também intercâmbio com universidades norte-americanas, levando o repertório brasileiro àquele país em várias oportunidades.


No Brasil, além da participação nos mais importantes festivais e cursos de música, desenvolveu projetos de estímulo a jovens instrumentistas por meio de concursos e de concertos didáticos em escolas da rede pública, universidades e escolas de música. Em concertos comentados, o Quarteto apresenta o amplo repertório para a formação, inclusive o de vanguarda, promovendo o contato do público com todas as tendências e escolas de composição, como parte do projeto original do grupo, de fomento e formação de plateias. Parte significativa deste trabalho se dá com obras dedicadas ao grupo.


Recebeu em sete oportunidades o prêmio de Melhor Conjunto Camerístico da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e por três vezes o Prêmio Carlos Gomes.


MÚSICOS
Betina Stegmann - Violino
Nascida em Buenos Aires, Betina Stegmann começou os estudos de violino em São Paulo com Lola Benda, continuando-os com Erich Lehninger. Diplomou-se pela Escola Superior de Música de Colônia, onde cursou a classe de violino de Igor Ozim e a classe de música de câmara do Quarteto Amadeus. Seguiu logo após para Israel, onde se aperfeiçoou com Chaim Taub em Tel Aviv. Mais tarde frequentou cursos ministrados por Pinchas Zukerman e Max Rostal. Como recitalista e solista, apresentou-se em várias cidades do Brasil, Argentina, Itália, Alemanha, Estados Unidos e Bélgica. Realizou gravações nas rádios WDR (Alemanha) e na RAI - Trieste (Itália), estreando obras de compositores contemporâneos. Ex-integrante do Quinteto D'Elas, com quem ganhou em 1998 o Prêmio Carlos Gomes na categoria de música de câmara, é spalla da Orquestra de Câmara Villa-Lobos e professora de violino na Faculdade Cantareira.
Nelson Rios - Violino
Iniciou a formação musical na Escola de Música de Piracicaba, sob orientação de Maria Lúcia Zagatto e posteriormente de Elisa Fukuda. Participou dos principais festivais de música no Brasil (Campos do Jordão, Brasília, Londrina e Curitiba) e em Mendoza, na Argentina. Bacharel em música pela Faculdade Mozarteum, graduou-se também em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Como bolsista da Fundação Vitae, frequentou a Carnegie Mellon University em Pittsburgh, EUA, em 1996. Integrou a Orquestra Sinfônica da Paraíba, de Câmara de Blumenau e a Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, entre outras. Como professor, lecionou na Escola Municipal de Música e em importantes Festivais no Brasil e no exterior. Atualmente é membro das orquestras de Câmara Villa-Lobos e Sinfônica da USP.
Marcelo Jaffé - Viola
Aos seis anos de idade, orientado pelo pai, Alberto Jaffé, Marcelo iniciou o estudo de violino. Em 1977, aos 14 anos, passou a tocar viola, ganhando, no mesmo ano, o 1º Prêmio no Concurso Nacional da Universidade de Brasília. Após aperfeiçoamento na Universidade de Illinois e no Centro de Música de Tanglewood, nos Estados Unidos, apresentou-se em vários países, participando de destacados conjuntos camerísticos e orquestrais. Atuou como Maestro da Kamerata Philarmonia e foi diretor artístico da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. Atualmente, residindo em São Paulo, é professor de viola da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e apresentador da Rádio e TV Cultura.
Robert Suetholz - Violoncelo
Natural de Milwaukee, EUA, trabalhou sob orientação de George Sopkin e Wolfgang Laufer, do Quarteto Fine Arts, e Uzi Wiesel, do Quarteto de Cordas de Tel-Aviv, Israel. Durante o ano de 1997 obteve o seu Mestrado em Violoncelo, sob a orientação de Hans Jørgen Jensen, da Universidade de Northwestern, em Chicago (EUA). Completou seu Doutorado em Música na Universidade de São Paulo em 2011. Atuou em várias orquestras internacionais, como a Israel Sinfonietta (três anos como spalla) e a Orquestra Sinfônica de Milwaukee (EUA), entre outras. Desde 1985 reside no Brasil e foi spalla dos violoncelos das orquestras sinfônicas da USP, do Estado de São Paulo e da Sinfonia Cultura - Orquestra da Rádio e TV Cultura. É professor de violoncelo no Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da USP.
PROGRAMAÇÃO
SÉRIE HAYDN E MOZART
Sala do Conservatório - Praça das Artes - Quintas, 20h
O Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, que em 2015 comemora 80 anos, apresenta a Série Haydn e Mozart, com os quartetos destes dois mestres da música ocidental.
2/4 qui 20h
Nicolau de Figueiredo - Cravo
JOSEPH HAYDN
As Sete Últimas Palavras de Cristo na Cruz, Op. 51 
16/4 qui 20h
JOSEPH HAYDN
Quarteto Op. 33, N. 1
WOLFGANG A. MOZART
Quarteto K. 421 em Ré Menor
21/5 qui 20h
JOSEPH HAYDN
Quarteto Op. 33, N. 2
WOLFGANG A. MOZART
Quarteto K. 428
18/6 qui 20h
JOSEPH HAYDN
Quarteto Op. 33, N. 3
WOLFGANG A. MOZART
Quarteto K. 465 - Dissonante
20/8 qui 20h
JOSEPH HAYDN
Quarteto Op. 33, N. 4
WOLFGANG A. MOZART
Quarteto K. 458 - A Caça
15/10 qui 20h
JOSEPH HAYDN
Quarteto Op. 33, N. 5
WOLFGANG A. MOZART
Quarteto K. 387 em Sol Maior
19/11 qui 20h
JOSEPH HAYDN
Quarteto Op. 33, N. 6
WOLFGANG A. MOZART 
Quarteto K. 464 
* Programação sujeita a alterações. 
SÉRIE CONVIDADOS
Sala do Conservatório - Praça das Artes - Quintas, 20h 
Na Série Convidados, o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, que em 2015 comemora 80 anos, se apresenta com artistas especialmente convidados para esta comemoração, como Fábio Zanon, Toninho Ferragutti, Fabio Augusto, Gaetano Nasillo e Rúbia Santos.
7/5 qui 20h
Fábio Zanon - Violão
DMITRI SHOSTAKOVITCH
Quarteto N. 5, Op. 92 em Si bemol Maior 
4/6 qui 20h
Toninho Ferragutti - Acordeom
Zé Alexandre Carvalho - Baixo 
6/8 qui 20h
Flavio Augusto - Piano
FRÉDÉRIC CHOPIN
Concerto para piano nº 1 (transcrição para quarteto de cordas e solista)
Concerto para piano nº 2 (transcrição para quarteto de cordas e solista) 
3/9 qui 20h
Gaetano Nasillo - Violoncelo
LUIGI BOCCHERINI
Três Quintetos com Violoncelo 
17/9 qui 20h
FELIX MENDELSSOHN-BARTHOLDY
Quarteto Op. 12 em Mi bemol Maior
R. SCHUMANN
Quarteto Op. 41, N. 1 em Lá Menor 
1/10 qui 20h
Comemoração aos 150 anos de nascimento de Jean Sibelius
Rúbia Santos - Piano
JEAN SIBELIUS
Quarteto Op. 56 - Vozes Íntimas
Quinteto em Sol Menor para Piano e Cordas 
10/12 qui 20h
ANDRÉ MEHMARI
Quarteto Encomendado [estreia mundial]
FRANZ SCHUBERT
Quarteto Op. Posth., em Ré Menor, D. 810 - A Morte e a Donzela
* Programação sujeita a alterações.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia