Desafio: Aluna do Instituto Padre Machado tem meta de ler 500 livros em um ano

  • Postado dia 26 de Maio de 2015

Kira tem 13 anos e é aluna do Instituto Padre Machado, em Belo Horizonte. Tímida, nas horas vagas ela gosta de ouvir música e ler, ler muito. Leitora compulsiva e veloz, Kira pega na biblioteca da escola uma média de seis livros por semana. Ela conta que tudo começou naturalmente, por estímulo da mãe, Ana Maria Rocha, 47, gerente de Buffet, que lia histórias para a Kira quando ela era ainda muito pequena e depois, passou a comprar os livros para alimentar a fome de leitura da menina.
 
 
Com um repertório que vai do romance a aventura, passando pelo suspense, Kira lê quase tudo. O escritor preferido dela é Rick Riordan, autor da série literária que conta as aventuras de Percy Jackson, um adolescente de dezesseis anos, descobre que é filho de Poseidon, deus dos mares, e é levado ao Acampamento Meio-Sangue, um local de treinamento para semideuses.O livro, que mistura ficção e mitologia, se transformou em longa metragem com dois filmes, bem conhecidos no Brasil: Percy Jackson, o ladrão de raios e Percy Jackson e o Mar de Monstros.
 
 
Apaixonada pelos livros, há cinco anos Kira vem se propondo um desafio particular: A cada ano, ela estipula uma meta de leitura baseada no número de livros. Ela começou traçando a meta de ler cem livros em um ano. A meta sempre aumenta em mais cem livros a cada novo ano.
 
 
Este ano, ela tenta superar a impressionante marca de leitura de quinhentos livros. Firme na meta, Kira lembra que ano passado, no desafio 400, ela atingiu o objetivo faltando um mês para o ano terminar.
 
 
Kira conta que sua mãe, a gerente de Buffet Ana Maria Rocha, é sua maior incentivadora. "Minha mãe sempre diz que a leitura melhora a escrita e aguça a imaginação". Tanto é que a menina já escreveu quatro livros. O tema, é claro, é aventura. Inspirada nos livros de Rick Riordan, Kira criou seu próprio personagem. Inibida, diz que nunca pensou em publicar e que só a mãe teve acesso aos manuscritos. Já são mais de mil e duzentas páginas de aventura e romance, saídos da cabecinha desta menina de treze anos.
 
 
A melhor amiga dela, Lorrayne, diz que não sabe como consegue ler tanto e com tanta velocidade. Mas quando se pergunta à Kira se tanta leitura e escrever tantos livros dão trabalho, a menina apenas responde, "para mim é tudo diversão, passa tempo."

Fonte: Da redação (publicobrasil.com.br), com Pessoa Comunicação e Relacionamento.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia