Supervisor da VIJ-DF aborda a construção de vínculos parentais em artigo

  • Postado dia 26 de Maio de 2015

Laços consanguíneos ou afetivos? O que determina o estabelecimento de vínculos entre pais e filhos? Walter Gomes, supervisor da Seção de Colocação em Família Substituta da Vara da Infância e da Juventude do DF, responde essas questões em artigo, desmistificando a crença de que os vínculos biológicos se sobrepõem aos afetivos. Ressalta, ainda, a importância da construção diária, com entrega, proteção e carinho, para a consolidação do vínculo parental. 
 

Fonte: Da redação (Justiça em Foco).

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia