São Paulo está entre as dez com skylines

  • A cidade de São Paulo ficou com a nona posição, à frente de metrópoles como Tóquio, no Japão, e Toronto, no Canadá. A lista, elaborada com base nas estatísticas do banco de dados da empresa Emporis, pontua cada construção da cidade de acordo com o número de andares. O valor é multiplicado pelo total de edificações no local.
  • Postado dia 25 de Maio de 2015

Esta semana começou cheia de boas notícias para a metrópole paulistana. São Paulo foi classificada entre as dez cidades com skylines mais impactantes no mundo, de acordo com um ranking elaborado pelo grupo alemão Emporis, que reúne informações mundiais sobre prédios. Além disso, ganhou pontos no ranking de "cidades globais", segundo pesquisa da consultoria A.T. Kearney. Agora a cidade aparece na 32ª colocação, com nota 24,6; em 2014 figurou o 34º lugar com nota 23,4.
 
Para o secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit, são mais duas grandes novidades para a cidade que acumula prêmios. "Trabalhamos para melhorar a cidade e sua imagem. Por isso, esses títulos são bem-vindos, já que trazem impacto positivo, com visibilidade internacional", afirma.
 
Sobre o skyline
 
A cidade de São Paulo ficou com a nona posição, à frente de metrópoles como Tóquio, no Japão, e Toronto, no Canadá. A lista, elaborada com base nas estatísticas do banco de dados da empresa Emporis, pontua cada construção da cidade de acordo com o número de andares. O valor é multiplicado pelo total de edificações no local.
 
Com 5789 prédios e doze prédios que possuem mais de 150 metros de altura, São Paulo, ficou atrás de grandes cidades como Hong Kong, Nova York e Cingapura. Depois de São Paulo, a primeira cidade brasileira que aparece no ranking é o Rio de Janeiro, na 25ª posição.
 
Ranking de cidades globais
 
São Paulo aparece na 32ª colocação no levantamento que mede o desempenho atual e o potencial futuro das cidades de atraírem capital, pessoas e ideias globalmente. Em 2015, 125 cidades de seis regiões do mundo foram avaliadas.
 
No total, o Brasil tem seis representantes no estudo, quatro deles participando pela primeira vez. Além de São Paulo, no ranking de condições atuais aparecem Rio de Janeiro (53º lugar, de 56º no passado), e pela primeira vez Porto Alegre (88º), Belo Horizonte (93º), Salvador (99º) e Recife (101º).
 
Prêmios acumulados
 
Em 2015, São Paulo já havia recebido o reconhecimento da ICCA (International Congress and Convention Association) como cidade que mais recebe eventos internacionais no Brasil. Mas a "maré" boa vem desde 2014, quando a capital ganhou prêmios que alavancaram o turismo e confirmaram a vocação de capital econômica e de entretenimento do país. A cidade que recebeu mais de 15 milhões de visitantes contabilizou as seguintes conquistas:
 
- Primeiro lugar entre os destinos indutores do Ministério do Turismo/FGV;
 
- Trip Advisor (2014) - Melhor destino turístico do Brasil e 3º melhor da América do Sul
 
- Cidade mais influente da América Latina - Civil Service College de Cingapura e a Chapman University (2014)
 
- Será principal destino da América do Sul até 2017 - GLOBAL DESTINATION CITIES INDEX (2014)
 
- Selo IFEA de cidade dos eventos 2014
 
- 4ª cidade com melhor vida noturna no mundo (REDE AMERICANA CNN e NATIONAL GEOGRAPHIC)
 
- São Paulo foi destino mais procurado pelos brasileiros em 2014, segundo ranking da agência Viaja Net
 
- Temos o 7º melhor restaurante do mundo (D.O.M. segundo a REVISTA BRITANICA "THE RESTAURANT")
 
- Melhor chef mulher do mundo (HELENA RIZZO, SEGUNDO A REVISTA BRITANICA "THE RESTAURANT") 

Fonte: Da redação (publicobrasil.com.br), com SÃO PAULO TURISMO S.A.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia