Diretor SNA eleito secretário geral da CNTTL

  • Postado dia 15 de Maio de 2015

O novo Secretário Geral da CNTTL/CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística/Central Única dos Trabalhadores), Nilton Oliveira Mota Santos, aeroviário na TAM e dirigente do SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários), falou ao Portal CNTTL/CUT, durante o 1º Congresso da Confederação, sobre os desafios da nova diretoria que ficará à frente da entidade durante o triênio de 2015 a 2018.
União dos modais
 
Para Nilton, um dos principais desafios será unir todos os modais.  “Os setores dos transportes precisam se unir mais, discutir políticas avançadas em todos os ramos e abrir diálogo com os setores do governo federal para avançarmos nas nossas lutas”, destaca o sindicalista.
 
Aviação
 
Sobre o setor da aviação civil, o dirigente destacou a necessidade da unificação da data base dos aeronautas, aeroviários e aeroportuários. “Precisamos unificar uma pauta de acordo coletivo para o setor aéreo, para que nossas datas-bases sejam uma só. Com isso, fortaleceremos nossa unidade de classe e luta e vamos conseguir chegar a um objetivo comum que é a valorização dos trabalhadores no setor da aviação”, finaliza.
 
Base CNTTL
 
A Confederação representa mais de 150 sindicatos filiados e oito federações dos modais dos transportes rodoviário, ferroviário, metroviário, moto-táxi, portuário, marítimo, fluvial, viário e aéreo em todo o País.
 
No dia 18 de dezembro de 2014, a assembleia dos trabalhadores em transportes aprovou a ampliação da abrangência da Confederação, que mudou a sigla de CNTT para CNTTL, passando a representar também os caminhoneiros autônomos e os trabalhadores no setor de logística do Brasil. Somando todos os modais, cargas e logística, a base da CNTTL é de aproximadamente seis milhões de trabalhadores no Brasil.

Fonte: Da redação (publicobrasil.com.br), com SNA/Ascom.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia