MP pela Educação discute problemas enfrentados por escola de Samambaia/DF

  • Postado dia 18 de Novembro de 2014

Evento é aberto ao público e ocorrerá a partir das 9h deste sábado (22) no Centro de Ensino Fundamental 507 de Samambaia
O Ministério Público pela Educação (MPEduc) promove nova audiência pública no Distrito Federal no próximo sábado, 22 de novembro. Na ocasião, serão discutidos os problemas enfrentados pela comunidade do Centro de Ensino Fundamental 507, em Samambaia, cidade satélite de Brasília. O encontro é aberto a todos e será realizado na própria escola a partir das 9h.
 
Convocada pela procuradora da República Luciana Loureiro Oliveira e pelas promotoras de Justiça Márcia Pereira da Rocha e Cátia Gisele Martins Vergara, a audiência coloca em debate diagnósticos do inquérito civil instaurado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPFDT) em maio deste ano.
 
A investigação analisa as condições da oferta do ensino nas escolas públicas que alcançaram Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) abaixo do ideal nas últimas avaliações. Entre as instituições avaliadas, está o Centro de Ensino Fundamental 507 de Samambaia, que atingiu Ideb de 3,9 em 2013.
 
De acordo com o MPF e o MPDFT, os problemas mais observados na CEF 507 de Samambaia dizem respeito às instalações físicas, como: má conservação da quadra e dos muros, equipamentos depredados, banheiros em número insuficiente, falta de manutenção da rede hidráulica. Além disso, também foram constados outros problemas, como más condições da sala e dos equipamentos de informática e baixo grau de participação dos alunos e das famílias na vida escolar.
 
O inquérito ainda verificou que a escola sofre com o vandalismo e a violência, levando o Ministério Público a convidar o Batalhão Escolar da Polícia Militar para participar e contribuir com as discussões da reunião.
 
Também devem comparecer à audiência representantes da Secretaria de Educação do Distrito Federal, do Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb/DF, do Conselho de Alimentação Escolar do DF (CAE/DF), do Ministério Público de Contas do DF e toda a comunidade atendida pela escola.
 
O evento é aberto ao público e conta com a presença de pais, alunos e colaboradores das escolas para unir esforços na tentativa de encontrar soluções para os problemas apontados. Nessa frente de atuação, o MPEDUC ainda convocará outras audiências públicas para debater a situação dos demais centros de ensino avaliados.
 
MPEduc – Implementado a partir de abril de 2014, o projeto tem como principal objetivo a melhoria da educação básica nas escolas da rede pública do DF, especialmente com a elevação do Ideb. O MPEduc promove, fiscaliza e controla ações de educação na rede pública, por meio de visitas a escolas, reuniões com gestores, audiências públicas e expedição de recomendações.
 
Serviço
Local: Centro de Ensino Fundamental - CEF 507 Samambaia
Endereço: QR 507 - CONJ 07 - Lote 01 -Samambaia-DF
Data: 22 de novembro (Sábado)
Horário: 9h

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com PGR

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia