Brasília - Feira de troca de livros e outras atrações marcam Dia da Criança

  • Postado dia 12 de Outubro de 2014

O relógio não marcava meio-dia e Brenda Vasconcelos, 12 anos, já havia andado de patins, chupado dindim e brincado a valer em atrações do Parque da Cidade Sarah Kubitschek, em Brasília. Acompanhada dos pais, tios, primos e avós, a menina avalia que não há forma melhor de aproveitar o Dia da Criança: “Estou curtindo o dia todinho. E ainda tem muito mais coisa pra fazer”.
 
A empregada doméstica Virginina Maria Lopes, 44 anos, também chegou cedo ao local. Avó de um menino de 2 anos e de uma menina de 7 anos, ela considera o parque uma ótima opção para as crianças. “Elas ficam bem mais à vontade aqui. Até porque, onde moramos, elas passam a semana toda trancados dentro de um prédio. Hoje, o dia é delas”, contou.
 
Além dos tradicionais brinquedos, o parque conta com ações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e do Corpo de Bombeiros. Luiz Henrique, 7 anos, comeu pipoca, andou a cavalo e, antes de ir embora, ouviu instruções para melhorar a saúde bucal. A ideia do projeto, coordenado pelo Centro de Odontologia da PMDF, é sensibilizar pais e crianças sobre a boa escovação.
 
“Estamos entregando kits com escova, pasta e fio dental. O dia de hoje é mais complicado porque envolve muito doce e brincadeira. Por isso, usamos estratégias lúdicas para conseguir a atenção das crianças”, explicou a major Jane, que participa do projeto.
 
Do outro lado da cidade, a servidora Maíra Lima, 35 anos, acompanha a filha Helena, 3 anos, em uma feira de troca de livros, promovida pelo Centro Cultural Banco do Brasil. “Chegamos cedo e estamos gostando muito. Ela trouxe um livro de casa e já sabe qual vai levar no lugar”, contou a mãe, orgulhosa. A obra escolhida pela menina é Hora de brincar, cachorro, de Annie Kubler.
 
A também servidora pública Ana Melo, 43 anos, trouxe o filho Tiago, 7 anos, para a feira de troca de livros. O menino deixou diversas obras no local e entre as que escolheu para levar para casa estão livros sobre fantasmas e animais. “Gosto de ler e estou gostando muito da feira”, contou Tiago.
 
De acordo com a coordenadora do projeto Em cantos e contos, Ana Lúcia Lenzi, a feira de troca de livros é uma de muitas atrações oferecidas no local. Até o fim do dia de hoje, as crianças vão poder acompanhar a contação de histórias, declamação de poesias e a apresentação de teatro de bonecos. “A proposta é que eles fiquem bem à vontade, incentivando a leitura e a interação com os pais e com outras crianças”, explicou.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com Agência Brasil

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia