Grupo teatral português encena versão cômica da tragédia grega Édipo

  • Postado dia 01 de Outubro de 2014

Édipo, o personagem da mitologia grega que matou o pai e se casou com a própria mãe, celebrizado na tragédia de Sófocles e uma das fontes de inspiração da obra psicanalítica de Sigmund Freud, ganha versão em forma de comédia no espetáculo de um grupo teatral português em turnê pelo Brasil. Depois de passar por Fortaleza e Brasília, a  peça da Companhia do Chapitô fará apenas quatro apresentações, de amanhã (2) a domingo (5), às 19h, no Teatro de Arena da Caixa Cultural do Rio de Janeiro.
 
Na versão do grupo, Édipo é azarado e desajeitado, com dúvidas sobre sua condição de marido da própria mãe e filho de sua mulher. Com cenários simples e figurinos despojados, o espetáculo se apoia no gestual dos atores Jorge Cruz, Marta Cerqueira e Tiago Viegas, dirigidos por John Mowat e José Carlos Garcia.
 
“Acreditamos que o humor dá conta de falar de tudo. A comédia vive do ridículo ou do exagero, mas também do drama e da tragédia”, diz a atriz Marta Cerqueira sobre a  montagem, que busca “reinventar um Édipo sem complexos”.
 
A Companhia do Chapitô foi criada em 1981, em Lisboa, como parte das atividades de uma organização não governamental de mesmo nome, que tem como objetivo a integração social por meio do circo, dança, teatro, música, vídeo e outras manifestações artísticas. O repertório do grupo soma 32 espetáculos apresentados em 13 países e assistidos por cerca de 250 mil espectadores.
 
Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada para estudantes, idosos e clientes da Caixa). O endereço da Caixa Cultural é Avenida Almirante Barroso, 25, no Centro do Rio. Depois da temporada carioca, o espetáculo será apresentado em Curitiba, de 10 a 12 de outubro.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com Agência Brasil

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia