Crianças de Escola Municipal em Borba (AM) conhecem Turminha do MPF

  • Postado dia 30 de Agosto de 2014

Projeto MPF na Comunidade apresenta Turminha do MPF a estudantes de Borba (AM). Duas turmas da Escola Municipal Professora Marly de Castro Maciel conheceram as personagens do Gibi que apresentam o MPF para a criançada
Sentado em um círculo formado no chão da sala de aula da Escola Municipal Professora Marly de Castro Maciel, situada no município de Borba (a 151 quilômetros de Manaus), um grupo de aproximadamente 40 crianças conheceu um pouco mais sobre o que faz o Ministério Público Federal por meio das historinhas estreladas pelas personagens do gibi do projeto Turminha do MPF.
 
Munani, Sol e Rafinha e os outros sete personagens da Turminha foram apresentados às crianças durante a 7ª edição do projeto MPF na Comunidade, realizado em Borba, entre os dias 25 e 30 de agosto. Os professores da escola também receberam o roteiro pedagógico para trabalhar o gibi em sala de aula quando o tema discutir assuntos ligados às áreas de atuação do MPF e receberam orientações de uso dos recursos disponíveis no site do projeto para complementar as atividades.
 
A conversa foi conduzida pela procuradora-chefe do Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM), Tatiana Dornelles, e contou com a participação do procurador federal dos Direitos do Cidadão, Aurélio Rios, e dos procuradores da República Rafael Rocha e Edmilson Barreiros, além de servidores do órgão. A partir das histórias apresentadas no gibi, as crianças puderam conversar com a equipe do MPF sobre conceitos de cidadania, justiça e respeito às leis e ao meio ambiente. Ao final, receberam o gibi da Turminha e o marcador de página com as personagens.
 
O estudante mais falante da turma, Vinícius, 9 anos, se declarou muito contente em poder participar da conversa com os procuradores do MPF durante a aula. “Perguntei sobre várias coisas que sempre quis saber. É muito bom quando a gente recebe visita na escola e pode falar sobre outras coisas que não só da aula, ainda mais ganhando um gibi!”, exclamou com um largo sorriso no rosto. Ele contou ainda que irá orientar sua mãe e seu pai a buscarem o MPF para tirar dúvidas sobre um caso de disputa de terras na zona rural da cidade, onde possuem plantações.
 
Além das escolas da zona urbana, o material da Turminha do MPF também foi entregue a professores de três escolas da zona rural, nas comunidades Vila Izabel, Ponta Alegre e na aldeia Costa do Arari, todas às margens do rio Madeira. Para o professor Joaquim Rodrigues, que leciona há nove anos na escola da aldeia, o material vai auxiliar na abordagem prática de temas como meio ambiente e cidadania. “O melhor de tudo é poder apresentar para nossas crianças Mura o que é o MPF e ensinar cada uma delas a lutar por seus direitos sempre que preciso, procurando as instituições certas para isso”, finalizou.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com PGR

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia