Rio de Janeiro - Folia de reis e violeiros animam vida cultural de Itaboraí

  • Postado dia 22 de Agosto de 2014

O crescimento populacional, provocado em grande parte pelas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, despertou no município de Itaboraí, na região metropolitana do Rio, a  necessidade de dinamização da identidade cultural. Razão pela qual a cidade organiza a apresentação, neste fim de semana, de grupos de folias de reis e violeiros como forma de incentivar a cultura local na Semana Fluminense do Patrimônio Imaterial.
 
“Os moradores estão ávidos para preservar sua identidade. As pessoas passaram a valorizar mais seus referenciais históricos. Boa parte das pessoas não tinha conhecimento da existência do Convento de São Boaventura, há dez anos; mesmo moradores de Itaboraí. Hoje, impossível alguém não saber. O centro histórico é mais reconhecido, as pessoas querem vir, tirar foto”, explicou o presidente da Fundação Cultural do município, Cláudio Rogério, que recebe as apresentações.
 
Apesar do interesse pelo patrimônio histórico, Rogério conta que muitas expressões culturais estão em extinção. Por isso, o encontro de folia de reis do leste fluminense quer reunir e celebrar os grupos que restaram, incluindo os de municípios do entorno. “Na década de 1990 eram mais de dez folias de reis. Hoje só temos duas. Isso demonstra o prejuízo que estamos tendo culturalmente, caso a manifestação seja perdida”, destacou, em tom de alerta.
 
Em defesa do Dia do Folclore, comemorado nesta sexta-feira, Rogério acrescenta que outras manifestações culturais estão enfraquecidas na região. “Tínhamos 14 escolas de samba no município, em 1999, e hoje fazemos um esforço para colocar três na avenida. Os blocos são em número considerável, ainda, mas muitos perderam as características dos anos de 1960 a 1980”, lamenta ele..
 
Além das apresentações de folia de reis, está previsto um encontros de violeiros neste sábado (23), na Casa Heloísa Alberto Torres, no centro histórico da cidade, a partir das 13h.
 
Como parte da programação, ficará disponível ao público, na Fundação Cultural de Itaboraí, até o final de setembro, a mostra Patrimônio Imaterial e Folclore do Leste Fluminense, com a exposição de instrumentos, vestimentas e fotografias que revelam a cultura regional.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com Agência Brasil

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia