Judiciário do Acre irá sediar Congresso Nacional de Ciências Criminais

  • O desembargador e diretor da Esjud, Francisco Djalma, ressaltou a importância do Congresso. Foto: Gecom/TJAC.
  • Postado dia 18 de Agosto de 2014

A reunião para definir como será o 1º Congresso Nacional de Ciências Criminais no Acre foi realizada na última sexta-feira, (15), na sala do presidente Roberto Barros, que recebeu junto com o desembargador Francisco Djalma, diretor da Escola do Judiciário, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AC) Marcos Vinícius, acompanhado de outros membros da Ordem.
 
O objetivo é garantir que o Congresso seja realizado com muito sucesso, com palestrantes de renome nacional, e contribuindo para o crescimento do Judiciário acreano. A próxima reunião de trabalho já está marcada para a próxima semana.
 
O presidente da OAB/AC, Marcos Vinícius, falou sobre a importância da parceria para realização do Congresso no Acre. 
 
 
“São instituições tão importantes como Poder judiciário e a OAB em sua finidade de desígnio trabalhando para classe, para comunidade jurídica, e os estudantes um evento tão importante como esse. É muito importante ver que as instituições estão uníssonas e querendo o melhor pra todo. Acho que vai dar certo e estamos trabalhando pra isso”, disse o presidente.
 
O desembargador e diretor da Esjud, Francisco Djalma, ressaltou a importância do Congresso.
 
“Esse congresso tem uma importância fundamental para a comunidade jurídica do Estado. É o primeiro Congresso Nacional de Ciências Criminais, o Acre fica muito distante e trazendo esse pessoal como os professores, isso certamente vai movimentar bem a comunidade jurídica do Estado. É muito importante para o Estado do Acre”, concluiu o desembargador.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com TJAC.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia