Estudantes da USP bloqueiam entrada principal do campus da Cidade Universitária

  • Postado dia 18 de Outubro de 2013

São Paulo – Estudantes que ocupam a reitoria da Universidade de São Paulo (USP) desde 1º de outubro fecharam na manhã de hoje (18) o portão principal do campus da Cidade Universitária, no bairro Butantã, zona oeste da capital paulista. Segundo a Polícia Militar (PM), cerca de 80 alunos saíram em passeata por volta das 7h em direção à entrada pedindo a religação da energia e da água, cortadas pela administração da universidade. O bloqueio ocorre na Avenida Alvarenga com a Rua Afrânio Peixoto.

 

Os estudantes ocupam a reitoria em protesto por eleições diretas para reitor, votação paritária entre alunos, funcionários e professores e o fim da lista tríplice. Pelo sistema atual, o governador do estado escolhe o reitor a partir de uma lista com os três candidatos mais votados.

 

Na última quarta-feira (16), o desembargador José Luiz Germano da 2ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo deu prazo de 60 dias para que os manifestantes deixem o local voluntariamente. O despacho confirmou a posição do juiz Adriano Marcos Laroca, proferida em primeira instância, que considerou imprescindível o diálogo entre alunos e administração para que não haja uma "desocupação imediata e forçada".

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com ABr./Camila Maciel

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia