Países da União Europeia concentram mais da metade dos bolsistas do Ciência sem Fronteiras

  • Postado dia 17 de Outubro de 2013

 

Brasília – O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, abriu hoje (17) um seminário que discute propostas para ampliar a cooperação acadêmica e científica entre o Brasil e os países da União Europeia. Segundo o ministro, mais da metade dos brasileiros participantes do Programa Ciência sem Fronteiras estão em países europeus.

“Temos 53 mil bolsistas e pouco mais da metade deles, 26.910, são bolsistas para a União Europeia. Isoladamente, os Estados Unidos são o primeiro país [de destino dos bolsistas] mas, se olharmos o conjunto dos países da União Europeia, é o nosso principal destino”, disse Mercadante.

O ministro informou que a França, o Reino Unido, a Alemanha, Portugal e a Espanha são os principais destinos dos bolsistas do Ciência sem Fronteiras na Europa.

O seminário Mobilidade, Internacionalização e Inovação reúne, hoje e amanhã (18), em Brasília, representantes das agências brasileiras de fomento à cooperação acadêmica e científica e da União Europeia. Entre os temas debatidos estão o reconhecimento e o credenciamento de instituições de educação superior e experiências de pesquisa, ensino e inovação.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com ABr./Yara Aquino

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia