Leitura de poemas abre ciclo de homenagens ao centenário de Vinicius de Moraes

  • Postado dia 07 de Outubro de 2013

Rio de Janeiro – O Sesc Casa da Gávea abre, nesta noite, no Ciclo de Leituras Dramatizadas, homenagem ao centenário de nascimento do poeta Vinicius de Moraes, com declamação de poemas pela atriz e poetisa Elisa Lucinda, alunos e professores da Casa Poema e por integrantes do Coletivo Fifi (Federação Internacional de Futebol Imaginário), entre outros. A homenagem se repetirá em todas as segundas-feiras deste mês, às 21h, no encontro Cem Vinicius, Chega de Saudade!, com apresentações musicais, leitura de crônicas e  uma sessão com a leitura do texto Procura-se uma Rosa, um espetáculo de Vinícius pouco conhecido do grande público. 

Nascido em 19 de outubro de 1913 na Gávea, Marcus Vinicius da Cruz de Melo Moraes, o Poetinha, foi também compositor, jornalista, teatrólogo e diplomata.

Para Elisa Lucinda, Vinicius de Moraes foi um poeta muito especial e juntou o popular ao erudito. “Ele provou que o poeta e o compositor são do mesmo ninho e que não se separam. Era também um cara erudito, com formação de diplomata. Fico muito honrada por participar deste evento”, disse Elisa.

Uma das coordenadoras da Casa Poema, que trabalha com formas de declamação, Elisa se disse emocionada por participar de um espetáculo que tem a poesia como foco. “A especialidade da Casa Poema é ensinar a falar versos e poesia de um jeito coloquial. Estou muito emocionada de fazer este trabalho. Estou sempre trabalhando e ensinando a falar poesia e hoje eu tenho a honra de falar o poema Pátria Minha, que há 15 anos eu nunca decorava. Estou achando uma delícia.”

Outro motivo de animação é o fato de os espetáculos terem entrada franca. “Isso é maravilhoso, porque muita gente não iria se tivesse que pagar. A poesia tem problemas de público, em geral. Quando comecei meus espetáculos, eu nem falava que era poesia, com medo de o público não ir. Tem gente que não aparece para ver porque é traumatizada com espetáculos de poesia. Então, esta é mais uma oportunidade de mostrar boa poesia para o público”, enfatizou.

O Sesc Casa da Gávea é um espaço cultural com atividades voltadas para estudo, debate e divulgação várias formas de arte e cultura e para a produção de espetáculos teatrais, filmes, vídeos, edições de livros, programas de rádio, exposições e shows musicais.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com ABr./Cristina Indio do Brasil

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia