O Som ao Redor, do cineasta e crítico pernambucano Kleber Mendonça Filho, foi escolhido para disputar indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro

  • Postado dia 20 de Setembro de 2013

Brasília – O longa-metragem O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, foi o filme brasileiro escolhido para concorrer a uma indicação ao Oscar 2014 de melhor filme estrangeiro. O anúncio foi feito hoje (20) pelo Ministério da Cultura, depois de seleção com 14 filmes nacionais.

O Som ao Redor é o primeiro longa-metragem do cineasta e crítico pernambucano Kleber Mendonça Filho, que dirigiu vários curtas. O filme foi incluído na lista dos dez melhores de 2012 do crítico A. O. Scott, do jornal americano The New York Times e recebeu prêmios em festivais de cinema de mais de 70 países.

“A Comissão Especial de Seleção escolheu aquele que entendeu ser o mais representativo em termos de originalidade e expressão cinematográfica”, disse o secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Leopoldo Nunes, integrante da comissão.

“Acho muito simbólico pela regionalidade. É um filme pernambucano, de um ator pernambucano de altíssima qualidade, com uma reputação cinematográfica [internacional] que poucos filmes na história no Brasil tiveram", destacou Nunes, lembrando que a obra recebeu críticas positivas em diversos 70 países. "O filme tem muitos predicados e muitas qualidades. Esses foram os critérios de  desempate e para chegarmos no consenso”, acrescentou Nunes.

Entre os filmes incluídos na seleção para a indicação à Academia Norte-americana de Artes e Ciências Cinematográfica estavam Cine HolliúdyColegasCoresElenaFaroeste CabocloGonzaga de Pai para Filho e Meu Pé de Laranja Lima.

Agora, o filme brasileiro será apresentado à academia norte-americana, que o analisará junto com os indicados por  mais de 70 países. Os cinco finalistas serão conhecidos no dia 16 de janeiro.

Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com ABr./Ivan Richard

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

Indique a um amigo     Imprimir notícia